O que você não deve ver no fim de semana #12

500 dias com ela, 500 dias de trauma

500 dias com ela, 500 dias de trauma.

Os piores programas da TV aberta e paga entre os dias 16 e 18 de agosto.

“A Casa das Sete Mulheres”
Sexta, 23h15, Viva 

Por que não assistir? “A Casa das Sete Mulheres” é o “Chaves” do Viva. Duas vezes por ano é reprisada. Sob o ponto de vista artístico, é um horror. É como se o seu professor de História passasse maquiagem antes de começar a aula.

“500 Dias Com Ela”
Sábado, 20h15, Telecine Touch

Por que não assistir? Moço apaixonado leva o pé na bunda de moça que não acredita no amor. Ele faz uma retrospectiva para saber o que aconteceu no relacionamento. As cenas de “fossa” têm a dramaticidade do “Teste de Fidelidade”, mas levadas à sério, o que tira toda a graça.

41º Festival de Gramado
Sábado, 20h45, Canal Brasil

Por que não assistir? Especialistas fingem que o cinema nacional é um show e que o Festival de Gramado é tão bom quanto o Festival de Veneza enquanto a organização elege as produções do ano. No fim, os vencedores ganham uma estátua com solzinho, sorriem no tapete vermelho (este sim igual a todo festival do mundo) e falam da dificuldade de fazer audiovisual. Não entregam lenço a nenhum deles. Uma pena.

Caetano Veloso – Prenda Minha
Domingo, 10h30, Prime Box

Por que não assistir? Caetano Veloso gravou este disco em 1998. O ponto alto é uma regravação de “Sozinho”, do Peninha. No meio da canção, ele faz declarações de amor à composição, o pior momento da música brasileira desde as explicações de Renato Russo durante “Hoje A Noite Não Tem Luar”, no Acústico MTV.

Como Perder Um Homem em Dez Dias
Domingo, 22h15, TBS

Por que não assistir? O TBS é o canal da Turner especializado em comédias. Não sei quem disse pro programador do canal que  “Como Perder Um Homem Em Dez Dias” é comédia.

Anúncios

O que você não deve assistir no fim de semana #9

Elenco de "Mamma Mia!". Nem os integrantes do ABBA aguentariam esse filme.

Elenco de “Mamma Mia!”. Nem os integrantes do ABBA aguentariam esse filme.

A TV aberta está cada vez mais presente em nossa lista semanal de programas de índio em HD.

 

Confira a lista, prepare o bloqueio no controle remoto e seja feliz (ou menos infeliz)

“Velozes e Furiosos 4”
Telecine Action, sexta, 23h45

Por que não assistir? Porque enquanto não pararmos de dar audiência, comprar DVD e ir ao cinema, NUNCA vão descontinuar essa franquia infeliz. O primeiro foi até legal, mas, sinceramente, já encheu o saco. Uma reprise de “Velocidade Máxima” cai muito melhor.

 

“Programa Raul Gil”
SBT, sábado, 14h15

Por que não assistir? O “seu” Raul é muito simpático e brincalhão, mas também é preguiçoso demais. O programa dele simplesmente não muda. É a brincadeira do banquinho, é a polêmica do chapéu, é a maratona de calouros. Nas última semanas, ele ressuscitou outra tradição maldita da nossa TV: as entrevistas com crianças.

 

“Compositores Unidos”
Canal Brasil, sábado, 21h30

Por que não assistir? Versão do “Sarau” de Chico Pinheiro com um terrível porém: é apresentado por Jorge Vercilo. Para quem não lembra (peço desde já perdão por fazê-lo recordar), Jorge Vercilo é o cantor de “Que nem maré”, música insuportável de 2002.

 

“Mamma Mia!”
Telecine Touch, domingo, 15h55

Por que não assistir? Defino “Mamma Mia!” como um “Glee” para adultos. Não se engane com as presenças de Meryl Streep e Pierce Brosnan nos créditos. Eles estão ali porque gostam de dinheiro. E do ABBA. Ou só do dinheiro.

 

“Os Impedidos”
Gazeta, domingo, 21h

Por que não assistir? É pouco comentado porque raramente dá mais de 0,5 de ibope. Trata-se de um programa de humor focado no esporte. A “sacadinha” do título diz muito sobre as piadas que os envolvidos no projeto conseguem desenvolver.