Hoje contestado, Campeonato Paulista superava os 44 pontos de ibope em 1997

Corinthians: campeão paulista, campeão de audiência.

Corinthians: campeão paulista, campeão de audiência.

Muito criticado por cronistas e jogadores, insatisfeitos com o atual formato do campeonato, o Paulistão era o “artilheiro” do ibope televisivo em 1997.

A final daquela edição, disputada em uma noite de quinta-feira entre as equipes de São Paulo e Corinthians, garantiu 44 pontos de audiência à Globo. Exibida no mesmo horário (21h50 – 23h55), mas na quarta-feira, a eliminação corintiana na Libertadores 2013 alcançou média bastante inferior: 33 pontos.

A comparação fica mais surpreendente quando avaliamos o modelo das transmissões. Em 1997, não havia exclusividade dos direitos. A Band também televisionou o jogo, roubando quase 10 pontos da concorrente. O torneio continental, por sua vez, era 100% global – apenas a TV paga, de alcance reduzido, fazia frente.

Confira as maiores audiências da TV entre 2 e 8 de junho de 1997

GLOBO
A Indomada – 50
Paulistão – 44
Horário Político – 39
Jornal Nacional – 37
Zazá – 34
Curiosidade:
O interesse por “A Indomada” era tão grande que até o “Horário Político” se beneficiava.

SBT
A Praça é Nossa – 20
Silvio Santos – 19
Maria do Bairro – 18
Sabadão – 17
Domingo Legal – 16
Curiosidade:
O SBT ainda exibe “Maria do Bairro”.

MANCHETE
Xica da Silva – 10
Na Rota do Crime – 7
Câmera Manchete – 7
Uma História de Sucesso – 6
Márcia Peltier – 6
Curiosidade:
“Na Rota do Crime” era o “Polícia 24 Horas” dos anos 1990. 

BAND
Paulistão – 7
Cine Privé – 5
Torneio da França – 5
Band Esporte – 4
Cinema – 4
Curiosidade:
A média de 7 pontos apresentada aqui engloba a transmissão do pré-jogo.

RECORD
Cidade Alerta – 7
Ana Maria Braga – 6
Paulistão – 6
Especial Sertanejo – 5
Jornal da Record – 4
Curiosidade:
O “Cidade Alerta” é a segunda maior audiência da Record, atrás do “Domingo Espetacular”.

 

 

 

Anúncios

Brincadeiras de quermesse lideravam ibope da TV há 22 anos

"Topa Tudo Por Dinheiro"  alcançava picos de 40 pontos em sua primeira fase. Programa chegou a ser cancelado, mas voltou ao ar em 2000.

“Topa Tudo Por Dinheiro” alcançava picos de 40 pontos em sua primeira fase. Programa chegou a ser cancelado, mas voltou ao ar em 2000.

O “Topa Tudo Por Dinheiro” foi o programa mais visto do SBT – e de toda a TV brasileira – em 22 de setembro de 1991.

Focado em brincadeiras bastante originais e inéditas, como “Prova do Martelo” e “Jogo do Pim”, a atração de Silvio Santos bateu o “Fantástico” nos minutos de confronto direto pelo elástico placar de 36 a 30 – a revista eletrônica só fechou a edição na liderança porque o “Show de Calouros” foi muito mal.


Os programas mais vistos entre 16 e 22 de setembro de 1991

GLOBO
São Paulo Já – 48
Jornal Nacional – 46
O Dono do Mundo – 44
Vamp – 42
Horário Político – 38
Curiosidade: “São Paulo Já” era o antigo nome do “SPTV”.

SBT
Topa Tudo Por Dinheiro – 36
Show de Calouros – 22
Carrossel – 20
Rosa Selvagem – 20
Sabadão Sertanejo – 19
Curiosidade: O “Show de Calouros” era exibido das 20h30 às 22h15. Atualmente, o Programa Silvio Santos pena para chegar aos dois dígitos – fica atrás de Band e Record constantemente.

MANCHETE
Ana Raio e Zé Trovão – 13
Documento Especial – 9
Cinema Nacional – 8
Jornal da Manchete – 6
Minissérie – 5
Curiosidade: Uma constante na trajetória da Manchete era a dificuldade em fidelizar o público que acompanhava suas novelas. Na época de “Pantanal”, a diferença entre a atração líder e a vice-líder superava os 10 pontos.

BAND
Clube do Bolinha – 9
Futebol – 9
Futebol – 9
Clube do Bolinha – 9
Honda Cine Emoção – 4
Curiosidade: A Band foi uma das pioneiras na criação de sessões patrocinadas. O “Sexta Sexy”, claro, nunca ganhou apoio.

RECORD
Super Tela – 6
Raul Gil – 5
Jornal da Record – 4
Especial Sertanejo – 4
Força Bruta – 4
Curiosidade: “Força Bruta” é parente muito próximo de “Força Total”, velha sessão de filmes de ação da Band.

“Jaspion” e “Cavaleiros do Zodíaco” eram as maiores audiências da Manchete em 1995

Jaspion foi exibido também pela Record.

Jaspion foi exibido também pela Record.

A TV Manchete atravessou várias crises e negociações frustradas de arrendamento até a confirmação de sua falência.

Em 1995, os índices da emissora estavam em queda, as novelas fracassavam e o jornalismo vivia uma fase bem humilde de audiência e faturamento.

A solução encontrada pela família Bloch?

O Gigante Guerreiro Daileon.

“Jaspion”, “Maskman”, “Shurato” e “Os Cavaleiros do Zodíaco”, entre outros seriados e desenhos japoneses, seguravam as pontas da emissora enquanto as atrações originais patinavam, empurrando a média semanal de audiência para 1% no horário das 7h às 24h, justamente o avaliado pelo mercado publicitário.

Os números das principais emissoras entre os dias 9 e 15 de julho de daquele ano estão disponíveis abaixo

GLOBO
A Próxima Vítima  51
Jornal Nacional  47
Cara e Coroa  45
Globo Repórter  45
SP Já  40

Curiosidade: “A Próxima Vítima” será reprisada pelo Viva em setembro.

SBT
Tentação  29
Topa Tudo Por Dinheiro  28
Em Nome do Amor  27
Tele Sena  27
Domingo Legal  23

Curiosidade: A média semanal do SBT naquela época: 8%.

BAND
Supercopa  14
Força Total  10
Brasileirão  8
Faixa Nobre  7
Pré-Jogo Brasileirão  6

Curiosidade: A Band concentrava seu horário nobre em filmes e eventos esportivos.

CULTURA
Rita  11
Castelo Rá-Tim-Bum  10
Doug  9
Urbanóide  8
Castelo Rá-Tim-Bum  8

Curiosidade: Castelo Rá-Tim-Bum era vice-líder de audiência em suas duas exibições.

RECORD
Raul Gil  6
Especial Sertanejo  5
Raul Gil  4
Casal 20  4
Chicago Hope  4

Curiosidade: “Chicago Hope” era o “Plantão Médico” versão Osasco.

MANCHETE
Cavaleiros do Zodíaco  6
Filme  4
Cavaleiros do Zodíaco  4
24 Horas  3
Sessão Heróis  3

Curiosidade: A Manchete se despediu do público com um anime (Yu-Yu Hakushô) e um enlatado (Jiraiya) entre as maiores audiências.

Nem o futebol tira a TV Brasil do traço

TV Brasil: ninguém sabe, ninguém, viu

TV Brasil: ninguém sabe, ninguém viu.

Principal investimento realizado em 2013, as partidas da Série C do Brasileirão não ajudaram a TV Brasil a sair do zero no ibope paulistano.

Conforme monitoramento obtido no site ExperTV, a emissora estatal marcou no sábado, 20 de julho, 0,2 pontos de média diária (audiência calculada entre 7h e 0h).

A TV Brasil perdeu para Globo, Record, SBT, Band, RedeTV!, Cultura e Rede Vida. No arredondamento, empatou com seis nanicas: Record News, MTV, Rit, CNT, Gazeta e Mix. Só a Rede Brasil, dona de clássicos como “Maçonaria na TV”, “Semana da Presidenta” e “Circo do Atchim & Espirro” conseguiu a proeza de ser menos sintonizada.

O pico de audiência da TV Brasil foi de 0,5 ponto, alcançado às 17h49. A Série C, adquirida por R$ 10 milhões, obteve média de 0,03 em sua faixa (18h30-21h), o equivalente a 1.860 domicílios.

Confira o ranking completo do sábado (20/7)

GLOBO – 12,4
RECORD – 5
SBT – 4,5
BAND – 2,1
REDETV! – 0,8
CULTURA – 0,8
REDE VIDA – 0,3
RECORD NEWS – 0,2
MTV – 0,2
CNT – 0,2
MIX – 0,2
RIT – 0,2
GAZETA – 0,2
TV BRASIL – 0,2
REDE BRASIL – 0,1

Leia Também: Um dia com a TV Brasil