Real Time: 65th Emmy Awards

A 65ª edição do Emmy pode ser conferida no blog e no Facebook - www.facebook.com/teleguiado.

A 65ª edição do Emmy pode ser conferida no blog e no Facebook – www.facebook.com/teleguiado.

O Teleguiado vai acompanhar ao vivo a cerimônia de entrega do Emmy Awards 2013.

Os indicados – e os palpites, certamente furados – estão aqui.

Para acompanhar tudo, basta atualizar a postagem.

A lista completa dos vencedores será publicada amanhã.

A cobertura minuto a minuto se estende ao Facebook.

A Warner transmite a festa a partir das 21 horas”.

Confira os comentários

21:07 – A abertura do Emmy trouxe Neil Patrick Harris, estrela de How I Met Your Mother, em uma sala de controle. Ele interage com os personagens das séries.  Desde 2007, com o número de “Family Guy”, não temos algo impactante. Ou engraçado mesmo.

21:10 – O primeiro speech de Harris brinca muito com a convergência de mídias. Este é mesmo o tema do Emmy 2013. Via “House of Cards”, temos o surgimento do Netflix como polo de (boa) produção de séries.

21:15 – São cinco minutos de uma aborrecida reunião de ex-apresentadores do Emmy. Continua o problema da falta de ritmo. O Oscar já parece mais sensível a isso.

21: 20 – Merritt Wever venceu o prêmio de melhor atriz coadjuvante em série cômica!

21:21 – A atriz de Nurse Jackie foi muito aplaudida por Edie Falco, sua companheira de série, ao receber a estatueta. Emocionada, ela mal agradeceu a vitória. Primeira surpresa da noite. O melhor: surpresa gratificante, porque a tendência era de uma vitória das séries populares.

21:25 – Tina Fey venceu o prêmio de melhor roteiro em série cômica. Primeira derrota do blog. 

21:27 – A aposta do blog era em “Louie”. A torcida era pra “The Office”.

21:29 – Tony Hale venceu o prêmio de melhor ator coadjuvante em série cômica.

21:38 – Julia Louis Dreyfus venceu o prêmio de melhor atriz em série cômica. Segunda derrota do blog – e segundo prêmio revelado do grupo palpitado.

21:39 – Escolha surpreendente porque “Girls” é a série hype do momento.

21:43 – Neste momento, o Emmy entrega as estatuetas para as melhores participações em comédia. Eles passaram a anunciar os vencedores em bloco para ganhar tempo.

21:47 – Outro erro do blog. Jim Parsons acaba de vencer o prêmio de melhor ator em série cômica.

21:48 – Jim Parsons é ótimo. Mas não é possível entender a derrota de Jason Bateman.

21:55 – Saldo do Emmy: das categorias mais importantes, três tiveram vencedores anunciados. Errei todos os palpites. 

21:57 – Elton John começa seu show musical. A roupa dele tem mais luz que as ruas da periferia de São Paulo.

22:14 – “Homeland” venceu DOIS episódios de “Breaking Bad”. É o melhor roteiro de série dramática – e o quarto erro do blog.

22:16 – Anna Gunn vence o prêmio de melhor atriz coadjuvante em série dramática.

22:25 – Musical com Neil Patrick Harris. Uma “surpresa”.

22:29 – “The Voice” foi eleito o melhor reality show

22:39 – Bobby Cannavale venceu o prêmio de melhor ator coadjuvante em série dramática. Ele trabalha em “Boardwalk Empire”.

22:41 – Postei em 20 de julho que Jeff Daniels era carta fora do baralho. Pois ele acaba de vencer o Emmy de melhor ator em série dramática.

22:56 – Claire Danes venceu o prêmio de melhor atriz em série dramática. O PRIMEIRO ACERTO DO BLOG.

23:05 – “The Colbert Report” ganhou o prêmio de melhor programa de variedades. Não opinei sobre a categoria, mas nunca premiaria ele.

23:09 – A vitória de Claire Danes prova que o Teleguiado não traz azar. Triunfos de “The Newsroom” e “Colbert Report” renderam boas piadas no Twitter. Obama teria algo a ver com essas escolhas? Por falar em Twitter, a hashtag promovida pela Warner, exibidora da série, está no Trending Topics do Brasil desde as 21h30.

23:19 – Coreógrafos fizeram um número apresentando os indicados nas categorias melhor série dramática e melhor série cômica. Difícil imaginar algo mais brega.

23:23 – Outro prêmio de The Colbert Report – melhor show de variedades.

23:25 – Bela homenagem de Edie Falco a James Gandolfini. O ator faleceu em 19 de junho.

23:35 – The Hour e American Horror Story receberam prêmios de melhor roteiro e melhor ator coadjuvante em melhor minissérie ou telefilme.

23:38 – Presidente do Emmy acaba de celebrar a “era de ouro” da TV. A julgar pelos vencedores da noite, a academia detesta essa era de ouro.

23:39 – David Frost abriu o vídeo “memória” do Emmy 2013.

23:56 – Michael Douglas venceu o prêmio de melhor ator dramático em minissérie ou filme. Ele atua em “Behind the Candelabra”.

00:00 – Outro erro do blog. “Behind The Candelabra” superou “The Bible” (recorde de venda de DVDs) e “American Horror Story”. “The Bible”, aliás, estreia na TV aberta em breve. “Behind…” não tem data pra chegar por aqui.

00:07 – “Modern Family” venceu o prêmio de melhor série cômica. É o quarto triunfo. O blog acertou, mas essa era fácil.

00:08 – A academia teve coragem de indicar produções do Netflix, mas não teve coragem de premiá-las.

00:09 – “Breaking Bad” venceu a categoria de melhor série dramática! 

00:13 – O Emmy acabou! “House of Cards” não cumpriu a promessa de modernizar a  premiação, mas as surpresas aconteceram – algumas negativas, é verdade.  Neil Patrick Harris não foi bem como host, o ritmo mais uma vez deixou a desejar, mas momentos como a homenagem de Edie Falco a James Gandolfini fizeram essas três horas e quase dez minutos de show valer a pena. Quero agradecer a todos pela audiência e paciência. Até a próxima!