Mais dez clipes que ninguém sabe como foram parar no Disk MTV

Sabrina Parlatore anunciou cada bomba...

Sabrina Parlatore anunciou cada bomba…

O Teleguiado publicou semana passada uma lista com os dez clipes mais bizarros da história do Disk MTV.

A repercussão foi excepcional. O post foi o segundo mais acessado da semana e o mais compartilhado nas redes sociaias. Só o “Um dia com a TV Brasil” ganhou mais atenção no Twitter e no Facebook.

Por isso, preparamos uma segunda edição para esta série. Aqui, vocês vão conferir as faixas bônus dessa maratona de one hit wonders e acidentes musicais.

Rajja e Cabong
“Sai da Minha Veia”

Raimundos e Charile Brown Jr. dominavam as paradas em 1999. O que a Sony planejou para 2000? Uma banda parecida com o Raimundos e com o Charlie Brown Jr. O resultado é este abaixo. Valeu a pena? Claro que não.

Krystal 
“Super Girl”

A Krystal era apadrinhada de um Backstreet Boy. E da MTV Brasil. “Super Girl” chegou a ocupar o terceiro lugar no Disk MTV. Fracasso de vendas no exterior, teve seu sonho de glória e fama ceifado pela gravadora.

Catedral
“Eu Amo Mais Você”

Música gospel na MTV? Sim, senhor. A Catedral tinha um vocalista que imitava Renato Russo, instrumentistas de culto evangélico e clipes que lembravam os VTs da “Sessão dos 318” e da “Terapia do Amor”. “Eu Amo Mais Você” ocupou as primeiras posições do Disk e do Top 20 por semanas.

As Meninas
“Xibom Bom Bom”

2000 foi o ano mais democrático e interativo do Disk MTV. Para atiçar os ânimos dos fã-clubes, Sabrina Parlatore anunciava as posições e detalhes da votação. Naquela época, os Backstreet Boys eram dominantes. Recebiam, em média, 30% dos votos diários. Com as presenças de Hanson, Red Hot Chili Peppers e N Sync, mais da metade das ligações ficavam comprometidas. Assim, quem se esforçasse um pouquinho conseguia dar um “olá” na vitrine da Music Television. Foi assim que o axé de protesto “Xibom Bom Bom” emplacou um 20º na parada semanal da emissora.

B5
“Matemática”

Tem crianças que estudam. Tem crianças que lançam clipes. Tem crianças que pedem os clipes. Azar o seu, azar o meu, azar o do Brasil.

Vinny & Tiazinha
“Uh Tiazinha”

Luciano Huck é genial. Botou máscara e chicote numa atriz e vendeu ela como o fetiche do século 20. Em tempo recorde, Tiazinha deixou de ser depiladora para virar heroína e cantora. O disco vendeu milhares de cópias. O clipe recebeu milhares de votos. Indicado ao VMB, saiu do Disk para respirar na faixa “Al Dente”, de clipes com peito de fora.

Aaron Carter
“Aaron’s Party” 

Irmão do Nick Carter. Só fez sucesso nas MTVs do Brasil e da Itália. O fracasso na parada musical explica o fracasso nas eleições.

Thalia
“Reencarnacion”

Thalia emplacou muitos clipes na parada da MTV. O mais tosco tem uma temática meio cigana, meio cavalo marinho. É difícil entender o conceito. E especialmente difícil aceitar que um clipe desses foi hit.

Lan Lan & Os Elaines
“100 Xurumela”

Versão tupiniquim e politizada do T.A.T.U. Socorro.

Rasmus
“In The Shadows”

A versão emo do Nightwish surgiu no Disk de 2004 para provar que a crise na Europa começou antes da quebra da Grécia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s