RedeTV! cancela programa evangélico para acompanhar chegada do Papa Francisco

Papa Francisco: SBT exibiu plantão em sua chegada. É o primeiro milagre do Papa no Brasil.

Papa Francisco: SBT exibiu plantão em sua chegada. É o primeiro milagre do Papa no Brasil.

A chegada do Papa Francisco ao Brasil atraiu a atenção de quase todas as emissoras abertas nesta segunda-feira, 22 de julho.

Globo, Band e RedeTV! realizaram as coberturas mais completas da cerimônia de boas-vindas, sediada no Palácio da Guanabara. O SBT limitou-se a plantões, enquanto a Record ignorou até mesmo os pronunciamentos de Dilma Rousseff e do Papa.

Mais expositiva, a Globo cortou parte de sua grade vespertina para acompanhar as primeiras horas de Francisco no Rio de Janeiro. Numerosa, a equipe ancorada por Patrícia Poeta ficou ao vivo até as 18h31, com imagens da programação oficial da agenda papal e links.

Sem a mesma estrutura técnica da líder, a RedeTV! se destacou pelo tom mais político e a disposição em oferecer um relato completo aos telespectadores. A primeira surpresa foi o cancelamento do programa “Show da Fé”, culto evangélico transmitido sempre às 17 horas. Sem a pausa do aluguel divino patrocinado por RR Soares, a emissora acompanhou o Papa desde a aterrissagem de seu avião. O informativo factual dividiu espaço com boas análises políticas sobre a relação da Igreja Católica com o Governo Federal e a sociedade como um todo, diferencial que atenuou a falta de links ao vivo.

A Band apostou na versatilidade de Datena no primeiro dia de presença papal – e saiu-se muito bem com a escolha. Dentro do “Brasil Urgente”, agregou à cobertura um tom que em nada lembra o praticado em seu cotidiano de jornalismo policial. Os repórteres e a participação do filósofo Mario Sergio Cortella colaboraram para a realização de uma maratona (o programa só saiu do ar às 19h20, horário do Jornal da Band) bastante plural.

Primeiro milagre de Francisco em terras brasileiras, o SBT  suspendeu suas surradas reprises para exibir alguns plantões durante a tarde e o início da noite. A Record, de propriedade de Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, exibiu flashes durante o “Programa da Tarde”, mas não mudou a linha editorial do “Cidade Alerta”, ignorando o cerimonial – posição já esperada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s